Whindersson Nunes e Luísa Sonza anunciaram a separação na última semana, porém as polêmicas ainda não terminaram. Ontem, 4, um boato começou a se espalhar: o casal teria usado a separação como jogada de marketing. O humorista rebateu essa acusação durante a madrugada, negando toda a história por meio de suas redes sociais.

“Se alguém terminar um relacionamento, eu não venho com ‘por que romantizar um divórcio’, romantizar? Romantizar o que é isso? A pessoa vem me marcar em publicação como se me conhecesse. Não, não superei, eu li sobre banalizar casamento, matrimônio. Eu simplesmente não dou pitaco no relacionamento de ninguém se eu não for chamado”, disse Whindersson em uma sequência de stories no Instagram.

Os comentários não foram suficientes. Mais cedo, Nunes foi marcado em uma publicação afirmando ter sido uma estratégia de marketing do casal ao romantizar a separação.

“Não existe isso de ‘quanto mais se perde mais ganha’. Isso é coisa de quem usa a fé pra sofrer. Eu não uso a fé pra sofrer, eu uso a fé como Jesus disse pra usar, ajudar seus irmãos próximos. Amar ao próximo como a ti mesmo e eu me amo muito. Se eu me amo e devo amar o próximo como a mim mesmo, como posso deixar de amar a pessoa que não é mais a minha esposa? Não faz sentido, nem para mim, e acredito que nem pra Jesus”, escreveu Whindersson em resposta.

Pelo visto, essa história está longe de um fim tranquilo para todos os envolvidos nessa história.