Com uma produção diária de um milhão de pizzas, segundo a Associação de Pizzarias do Estado de São Paulo, o prato é quase unanimidade entre os brasileiros. Para agradar esse público, redes têm apostado cada vez mais em sabores diferentes.

Em Cuiabá, no Mato Grosso, nasceu a pizza de alho negro, que faz sucesso hoje em várias cidades, como São Paulo. A rede consome, em média, mil dentes de alho por mês.

“A evolução da gastronomia nos permite criar cardápios com sabores inusitados e com ótima aceitação por nosso publico”, explica Paulo Leite, fundador da franquia Dom Sebastião.

Segundo o empresário, a pizza de alho negro virou o carro chefe da casa.

“Ela carrega um sabor adocicado, incomum no mercado”, comenta Paulo, que assiste o sucesso do prato cuiabano na capital paulista, metrópole que ostenta o título de segunda cidade no mundo que mais consome pizza, perdendo apenas para Nova York, nos Estados Unidos.

Comemorado em 10 de Julho, o dia Nacional da Pizza celebra esse prato de origem italiana que caiu no gosto dos brasileiros e hoje é uma das primeiras opções na hora de consumir alimentos fora de casa. De acordo com dados do IBGE, 42,6% das pessoas optam por pizza na hora de comer industrializados.

Segundo historiadores, a pizza, inicialmente, era feita por egípcios apenas com a massa, ervas da região e azeite de oliva. Os italianos tiveram a ideia de acrescentar o molho de tomate, que se tornou ingrediente essencial na preparação.

Veja outros sabores que tem chamado a atenção dos consumidores:

(Especial) Marguerita com Búfala: Molho de tomate, mussarela de búfala, tomate cereja, manjericão e parmesão

(Especial) Abobrinha: Molho de tomate, mussarela, abobrinha italiana puxada no alho e azeitonas pretas fatiadas.

(Especial) Brie com Cogumelos: Molho de tomate, queijo Brie e cogumelos.

(Especial) Caprese: Molho te tomate, mussarela, tomate caqui, manjericão gigante, mussarela de búfala e molho de azeitonas pretas.

(Especial) Berinjela: Molho de tomate, mussarela, berinjela e tomate caqui.

(Premium) Alho Negro: Tomates sweet grape, flor de sal, um toque de pimenta dedo de moça, queijo meia cura, mussarela especial, alho negro e manjericão

(Premium) Burrata: Molho de tomates, mussarela especial, burrata (queijo italiano feito com mussarela e creme de búfala), tomates sweet grape e azeitonas pretas.

(Traducional) Marguerita: Molho de tomate, mussarela, tomate caqui e manjericão.

(Traducional) Mussarela: Molho de tomate e mussarela.

(Traducional) Quatro Queijos: Molho de tomate, mussarela, catupiry, gorgonzola e parmesão.

(Traducional) Rúcula com Tomate Seco: Molho de tomate, mussarela de búfala, rúcula e tomate seco.

Valores:

Tradicional: R$ 43,90

Especial: R$ 53,90

Premium: R$ 69,90

Chef Responsável: Paulo Vitor

Restaurante: Dom Sebastião, Shopping Ibirapuera

Ingredientes:

– 200 gramas de farinha especial

– 160 ml de água

– 2 gramas de fermento

– 6 gramas de sal

– 2 gramas de açucar

– 12 ml de azeite extra virgem

– 120 gramas de mussarela

– 2 tomates caqui

– 320 gramas mussarela de búfala (4 bolas)

– 8 colheres (café) de pesto de azeitona

Modo de Preparo:

Bater a farinha com o fermento, água, sal e azeite para o preparo da massa.
Deixar a massa descansando durante 8 horas.
Com ajuda de um rolo, abrir a massa e cobrir com molho de tomate temperado com sal, manjericão e alho.
Cobrir com mussarela e colocar para assar por três minutos em um forno elétrico importado, a uma temperatura de 350° a 400°.
Após retirar do forno, cortar em oito pedaços e rechear no sabor “Caprese”.
Fatie o centro do tomate em pedaços grossos e coloque nas bordas da pizza.
Acrescente uma folha de manjericão em cima do tomate.
Corte a mussarela de búfala ao meio e à coloque em cima de cada manjericão.
Acrescentar em cada rodela, uma colher (café) de pesto de azeitonas pretas e finalizar com orégano e um bom azeite.

Tempo de preparo: 8:30 horas (devido à preparação da massa). Com ingredientes em mãos, o tempo de preparo é de 20 minutos.

Rendimento: Uma pizza.

Foto: Reprodução/Pixabay