Três homens foram indiciados na última segunda-feira (8) pela morte da cantora Loalwa Braz, 63 anos, do grupo de lambada Kaoma. A cantora foi encontrada morta, queimada, dentro de um carro em janeiro de 2017 em Saquarema. Os acusados são Wallace de Paula Vieira, de 23 anos, Gabriel Ferreira dos Santos, 21, e Lucas Silva de Lima, 18.

Wallace, que trabalhava como caseiro na pousada da cantora, foi condenado a 37 anos de prisão por latrocínio e por incendiar a casa habitada, já Gabriel e Lucas pegaram 28 e 22 anos de prisão, respectivamente, por latrocínio.

Foto: Reprodução/Internet