Luana Don, que atuou como repórter da Rede TV! de 2012 a 2015 foi presa pela Polícia Civil em um condomínio de luxo em IlhaBela, litoral norte de S.Paulo.

A jornalista que também é advogada foi presa pela Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) do Rio de Janeiro com apoio da Polícia Civil de São Paulo.

Segundo o site da revista Veja, a bela é investigada por envolvimento com a organização criminosa PCC que atua dentro e fora dos presídios onde atuava como “pombo-correio” transmitindo informações entre líderes presos e integrantes da facção.