Diva do dance pop e ex-vocalista do grupo Dalimas, Gisele Abramoff divulgará no final de janeiro uma nova música escrita durante o severo lockdown imposto na Alemanha, medida que busca controlar o novo surto de coronavírus no país. O hit é um pop moderno dançante com sonoridade retrô, e ganhou o nome justamente pelo que a artista está vivendo na Europa.

A música fala sobre uma perspectiva diferente de prisão, em que ao invés de estar em uma prisão tradicional as pessoas se encontram presas dentro de si mesmas, presas dentro da mente e de suas próprias decisões.

“Meu amor está em custódia, às vezes você quer sair, mas se sair deixe as chaves para eu voltar mais tarde” diz um trecho que demonstra a ânsia por liberdade, mas a incerteza em querer se libertar.

“Estive no Brasil em 2020 e o isolamento é bem diferente do que vemos na Alemanha”, declara Gisele Abramoff.

Crédito: Felipe Garcia

“Além de ser mais aderido pela população, as restrições são realmente impostas e não opcionais, obrigando que todos nós fiquemos em casa. Nesse tempo compus a música que revela os sentimentos de muitas pessoas durante esse período difícil”, completa a artista.

Gisele reside há mais de 13 anos na Alemanha, um país em que a segunda onda da pandemia da Covid-19 está exigindo um lockdown para controlar o contágio. Embora a música trate de um outro panorama de isolamento, ela não deixa de ter semelhanças com a situação real no velho continente e no Brasil.

“Lockdown” será divulgado na última semana de janeiro, com a possibilidade de Gisele Abramoff vir ao Brasil para o lançamento. O single estará nas plataformas digitais e canais da artista.