Famoso pela frase “cai o avião da Tam, morrem 199 pessoas. Quem vai preso? O dono do puteiro” e pela sua participação no reality show “A Fazenda” (RecordTV), o  empresário de entretenimento noturno, Oscar Maroni, lançará amanhã sua biografia “O colecionador de emoções” (Editora Matrix).

No livro ele conta de uma forma esclarecedora sua história,  como se tornou uma personalidade, suas prisões, tentativa de suicídio e não poupará detalhes desde a sua infância, iniciação sexual, o seu empreendimento famosoe até o momento político do país:

“Eu não acredito na política, nos políticos, nem nos partidos que estão aí. Ver a Dilma tomar um pé na bunda me dá uma sensação muito gostosa: ela era prepotente e incompetente para o cargo.

Ousado e polêmico, ele enviou convite individual para os políticos que o prenderam. Tivemos acesso à carta-convite que diz o seguinte:

É com muita alegria que convido todos vocês para um lugar de honra no lançamento da minha biografia O colecionador de emoções.

Vocês são parte da minha história. Graças à ação de vocês, fui preso, meu hotel foi fechado, tive um prejuízo de mais de R$ 400 milhões bruto em minhas cinco empresas, perdi muito da minha saúde – mais de oito anos sem dormir –, fui execrado pela opinião pública.

Mas se vocês fizeram tudo isso comigo, por que estou lhes convidando com alegria? Ora bolas, porque eu consegui dar a volta por cima. Consegui provar na Justiça que toda essa perseguição arbitrária, sem fundamentos e sem verdade foi um ato covarde da parte de vocês. Um ato de gente que precisava de um bode expiatório para se promover, e da falta de um projeto de poder decente, no caso mais específico do sr. Gilberto Kassab, que comandou essa tramoia.

Hoje, enquanto a Justiça me dá razão, enquanto meus amigos e familiares comemoram o meu sucesso, alguns de vocês estão às voltas com denúncias de ter recebido “vantagens indevidas”, aquele eufemismo que significa propina, confere sr. Gilberto Kassab? Ou então estão enfrentando processos por flagrantes forjados, não é mesmo sr. José Carlos Blat? Como tantos poderosos no nosso país estão sendo presos por infringir a lei na Lava Jato, eu imagino como devem estar sendo o sono de vocês nestas noites frias. Fico imaginando o medo dentro de cada um. Eu sei do frio da grade de uma cadeia.

É para dar lhes dar um consolo que os estou convidando para a minha festa, o lançamento do meu livro. Venham para o meio dos meus amigos e das lindas mulheres que estarão aqui no meu hotel. Aquele que vocês fecharam e que a Aeronáutica acaba de dizer, por meio de perícias técnicas, que ele nunca ofereceu nem oferece risco à navegação aérea. Venham tomar um champanhe comigo. Eu sempre prezei a liberdade. Acho que vocês também devem prezar as suas. Quem sabe até sejam seus últimos momentos livres. Então, hora de comemorar. A justiça foi feita.

Oscar Maroni

Ficou curioso em saber o conteúdo do livro?

O lançamento será dia 01 de Junho

Oscar´s Hotel – 19h

Rua dos Chanés 621 – Moema