Os cortes bovinos estão ganhando cada vez mais destaque no Brasil. Se antigamente as escolhas eram padronizadas nas churrascarias brasileiras, atualmente é possível encontrar uma variedade enorme de cortes. E não é raro que alguns sejam de desconhecimento total do apreciador mais casual.

Para ilustrar essa nova e interessante realidade, o Praticitá vai mostrar alguns dos principais tipos de cortes bovinos, para tornar suas escolhas ainda mais amplas. Ficou curioso? Então acompanhe este texto e saiba mais!

OS CORTES BOVINOS MAIS CONHECIDOS

CUPIM

Vem da elevação muscular atrás do pescoço do boi. É um corte muito apreciado pelas características do músculo, com as fibras entrelaçadas à gordura da carne. Pode ser preparado tanto em churrascos como cozimentos. Seu preparo deve ser um pouco mais longo que a média.

T-BONE

É um corte muito conhecido nos Estados Unidos e com um destaque singular nas churrascarias brasileiras.Preparado em grelhas, a peça é retirada da região lombar do boi, com seu corte feito de forma transversal, deixando o osso em formato de “T”.

O resultado é uma peça relativamente grande, comportando em cada um dos lados do osso, uma peça de contra filé e filé mignon.

PICANHA

É um dos cortes mais conhecidos no Brasil. Própria para churrascos, a picanha possui um sabor sem igual. E muitas vezes, é confundida intencionalmente com o coxão duro. Na Argentina, é conhecida como Tapa de Cuadril.

MEDALHÃO

Pode vir tanto das peças de contra filet como de filé mignon. Em ambos os casos, são cortes que não costumam passar de 250 g, enquanto no Brasil costuma ter entre 90 e 120 g. O corte tem um formato circular e possui pouquíssima gordura. É uma excelente opção para servir como entrada em churrascarias.

PRIME RIB

É um corte muito suculento, extraído da região da costela do boi, mais especificamente da porção entre a sexta e a décima segunda vértebra. Nessa região, os ossos são bem conservados, tornando sua apresentação em churrascarias ainda mais vistosa.

O formato do Prime Rib é muito conhecido nos Estados Unidos. No Brasil, é conhecido como Filé de Costela, ou Ancho com Osso.

VAZIO

É bem conhecido na região sul do Brasil, além de países como Argentina e Uruguai. Também chamado de Fraldinha, o Vazio costuma ser um pouco mais fibroso, com seus feixes musculares mais grossos, e uma quantidade um pouco menor de gordura.

Quando feito de forma grelhada ou assada, seu sabor é ainda mais destacado, sobretudo ao ser combinado com molhos. Um dos cortes derivados do Vazio, muito praticados no Sul, é o Pacú, também chamado de bife do vazio.

PORTERHOUSE

Muitas vezes confundido com o T-Bone, o Porterhouse é um dos cortes bovinos mais extensos em tamanho, e igualmente suculento. A confusão com o T-Bone é por conter uma pedaço generoso do Filé Mignon, Contudo, sua espessura, de 35 mm, torna a peça indistinguível.

Ela também comporta o New York Strip, um pedaço mais gorduroso e volumoso do Contra Filet, Devido ao tamanho, ele é melhor servido ao ser grelhado.

Com uma maior valorização das churrascarias brasileiras, cada vez mais é possível encontrar variedades e estilos de cortes bovinos que antes eram exclusividade do exterior.

No Praticitá você pode saborear essas delícias!

Até a próxima!

Serviço:
Endereço (Recreio): Av. Genaro de Carvalho, 1493 – Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro – RJ, 22795-330 / Telefone(21) 3079-9434
Endereço (Barra): Av. Ayrton Senna, 2541 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (Aerotown) L159 / Telefone: (21) 97441-1812