O sonho de duas pessoas concretizado em uma escola com mais de 300 alunos matriculados. Essa ideia surgiu em 2015 com o objetivo de mudar a conjuntura atual do mundo ou, ao menos, começar pela base: crianças e adolescentes. Jessica e Greg, idealizadores do projeto, resolveram inaugurar uma escola de teatro em São Paulo a fim de preparar indivíduos para a vida, unindo arte e psicologia pelo desenvolvimento de cada aluno.

Nasceu a Oficina de Arteiros, uma escola de teatro capaz de despertar capacidades naturais dos jovens, os colocando em contato com diferentes tipos de expressões artísticas. Nas aulas são trabalhadas habilidades que muitas vezes estão adormecidas e são exploradas nos exercícios dramáticos e jogos teatrais. O lema “Aprender Brincando”, é usado justamente porque os alunos podem encarar as aulas como brincadeiras e, dessa forma, ter um aprendizado natural e uma evolução espontânea.

Ao participar das aulas, cada jovem tem a oportunidade de se relacionar e interagir com outros, melhorar a timidez e trabalhar em equipe. Aprender que existe um mundo fora da tela do celular – algo delicado até mesmo para os adultos – e desenvolver a própria autoestima são ganhos reais listados a partir dos 10 Motivos Para se Fazer Teatro, que ainda contam com autoconhecimento e o estímulo da imaginação.

“Quando criamos os 10 Motivos Para se Fazer Teatro, pensamos em uma abordagem simples e direta para os pais entenderem a importância que as aulas podem ter na vida do filho. Cada vez mais os celulares dominam os lares, as crianças pouco saem para brincar e interagir com os colegas. As aulas de teatro trabalham essas características fundamentais, gerando ótimo resultados e alegria, os dias de aula são sempre marcados pela alegria de cada um dos nossos alunos”, nos conta Greg Rehavia, fundado da Oficina de Arteiros.

Greg Rehavia, fundador da Oficina de Arteiros – Foto: Divulgação/Talentmix
Greg Rehavia, fundador da Oficina de Arteiros – Foto: Divulgação/Talentmix

O teatro sempre foi uma ferramenta importante para desenvolver pessoas, independente da carreira profissional que forem seguir no futuro. Na era das redes sociais, ele se mostra ainda mais imprescindível por conta da pouca interatividade que os jovens apresentam, podendo ser a solução para garantir um bom desempenho acadêmico e profissional das futuras gerações.

A escola está crescendo. Os diretores do estabelecimento visam expandir e captar público de diversos bairros da capital e da grande São Paulo. A Oficina de Arteiros conquistou a Vila Leopoldina, e está pronta para receber e preparar mais jovens para o futuro, e sem nunca esquecer do primeiro objetivo… mudar o mundo pelas nossas crianças.