A modelo Jéssica Cristy, conhecida por protagonizar as pegadinhas da Rede TV e por ser eleita musa do Sport Club de Recife, estrelou um ensaio sensual para a  Revista Sexy Online de novembro e devido ao grande sucesso, a gata estampa a edição física de Dezembro, que estará em breve nas bancas.

Jéssica, que por muitos anos foi bailarina, revela em entrevista seus passos na carreira de atriz e fala sobre assédio masculino “até mesmo de comissários e pilotos já aconteceu”.

Como e quando começou a carreira?

JC: Sou dançarina desde pequena, iniciei no ballet. Daí então eu não parei, fui para grupo de axé na adolescência, e até mesmo para o funk, mas sei dançar praticamente todos os ritmos musicais!

Minha carreira de modelo já tem 7 anos, começou quando eu tinha 20 anos. Tudo começou quando fui acompanhar uma amiga da faculdade em um ensaio fotográfico, aí o fotógrafo se encantou por mim, falou que eu era bonita, que eu tinha uma beleza natural, que eu faria sucesso e que eu deveria tirar umas fotos de início com ele. Eu sem reação, falei, “mas eu não sei”, então ele começou a tirar fotos minhas espontâneas, que ficaram lindas e eu super amei. A partir comecei a modelar e os trabalhos foram surgindo.

De que forma surgiu a oportunidade de fazer as “pegadinhas” na TV?

JC: Em um dia comum o diretor do programa me chamou no Whatsapp, porque uma amiga me indicou para ele, falando que eu seria ideal. Quando ele me chamou para fazer reunião, eu  já fui aprovada de imediato, para gravar no mesmo dia. Fiquei super feliz, porque foi uma ótima experiência no meio da TV, onde eu aprendi muito sobre atuação.

Teve alguma situação inusitada durante as gravações?

JC: Ah sim, faz parte (risos). Teve uma gravação que um homem queria me agarrar de verdade e a mulherada veio pra cima também, mas querendo agarrar de uma forma carinhosa.  Sempre foi muito engraçado! Mais nunca passei por situações constrangedoras, graças a Deus.

O primeiro ensaio nu: como aconteceu? Quantos anos você tinha? Se sentiu à vontade em fazer?

JC: Meu primeiro ensaio nu foi em 2015, eu tinha 24 anos e foi um projeto da revista sexy. Apesar de ter sido feito num sítio com tema country, fiquei super a vontade, só fiquei incomodada com os bichinhos, mas de resto, tirei de letra. Sem vergonha nenhuma!

Você é uma linda mulher, como desviar do assédio masculino?

JC: Normal, já me acostumei (risos). Recebo cantadas de gente de todos os lugares, como praias, aeroportos, até mesmo de comissários e pilotos já aconteceu. Posso falar que eu gosto, pois me sinto admirada, mais já teve casos bem chatos, em que tenho que manter a linha e saber sair daquela situação com educação, mas as vezes é difícil! Hoje posso falar que a mulherada que vem caindo matando em cima de mim, e muita das vezes não sei como agir.

O que você faz para manter o corpo em forma?

JC: Uma dieta bem rígida, e muito treino pesado.

Qual o seu segredo de beleza?

JC: Não tenho segredos, para ser sincera, posso dizer que sempre faço renovações na aérea da beleza, nem que seja  para mudar o cabelo, mudar o corpo, de alguma forma. Sou muito vaidosa, acho que ao extremo e me cobro demais.

Onde foram feitas as fotos da Sexy? Quem fez?

 

JC: Esse segundo ensaio para sexy, foi feito em um hotel rústico em Campos do Jordão, onde eu sempre quis fazer fotos sensuais e nu por lá. E quem fez as fotos foi meu namorado, que é fotógrafo, pedi para ele fazer este grande ensaio para a Sexy.

Ja namorou famosos?

JC: Não! Mas recebo convite a todo momento!

Quais serão seus próximos passos na carreira?

JC: Eu amo o meio artístico da TV, onde já fiz muitas participações em quadros e como atriz das pegadinhas. Na TV aprendi muito e me apaixonei para seguir a carreira como atriz e me descobrir nesta área, então meus próximos passos para o futuro é fazer um curso de teatro.

Instagram: @jeh_cristy

 

Fotos: Daniel Cespedes/Sexy Clube