Nascida e criada na cidade de Compton, Franny Arrizon é uma das empresárias bem-sucedidas americanas que nunca se iludiu que o sucesso no mundo dos negócios viria de maneira fácil. Reconhecida como a mais jovem ganhadora de um milhão de dólares em uma empresa presente no Fortune 1000, hoje Franny dedica sua rotina em compartilhar sua paixão, entusiasmo e compromisso com o resto do mundo. Com apenas 27 anos, ela e seu marido Mario Arrizon trabalham em conjunto para expandir seus negócios entre diversas famílias nos Estados Unidos. Juntos, eles administram a Arrizon Hierarchy, uma empresa familiar que permite que eles compartilhem suas duras lições com a próxima geração de futuros empresários e líderes.
“Um dos maiores obstáculos que enfrentei no meu setor foi a minha idade. Trabalhar em serviços financeiros aos 18 anos era uma grande desvantagem. Eu era tão jovem em uma indústria que está saturada e dominada por homens e mulheres experientes de meia-idade. Sabia que só tinha cerca de 30 segundos depois que comecei a falar para capturar ou impressionar quaisquer clientes, ou parceiros de negócios em potencial. Quero ser alguém que dá esperança e inspira as massas, que as pessoas saibam que não se trata de perseguir dólares, mas sim de perseguir o impacto que pode ser feito não apenas nas pessoas, mas também neste mundo. Quando você se concentra em perseguir a grandeza, o sucesso virá automaticamente e a grandeza então persegue você”, relata a empresária.
Após expandir o alcance da Arrizon Hierarchy junto com Mario Arrizon, Franny entendeu que a segurança financeira oferecida era fundamental para as mais diversas famílias que auxilia. Recentemente, a empresa bateu a marca de mais de 500 mil famílias nos Estados Unidos. A notoriedade das atividades da empresa é tão grande que recentemente foram adicionados a lista da Forbes 1000.  Um feito que Franny se orgulha muito, pois aprendeu desde cedo como transformar suas desvantagens em motivação para o progresso em sua insana rotina de trabalho. A empresária conta que no começo da jornada teve que provar para clientes e sua família que possuía as aptidões necessárias para ser bem-sucedida. Sua determinação era vista por muitos familiares como algo obsessivo, mas Franny conseguiu provar o contrário.
“Eles faziam com que eu me sentisse mal e culpada porque eu estava tão focada naquilo. Eles pensaram que eu tinha sofrido uma lavagem cerebral. Estava tão doente e cansada de ver minha família lutando para essa situação mudar. Sabia que alguém tinha que mudar isso e que esse alguém era eu. Portanto, embora minha família não estivesse a bordo comigo, nem me apoiassem, eu sabia que tinha que fazer isso por eles. Não havia absolutamente nenhuma maneira de falhar. Não era uma opção, não havia um plano B. Ou eu faria isso ou morreria tentando”, conta Franny Arrizon.

Saiba mais sobre Franny Arrizon através do Instagram: https://instagram.com/frannyarrizon