Mário Ghanna é músico, compositor e intérprete de sonoridade própria e muita autenticidade. O artista comprova isso no CD “Meio Blues, Meio Samba – Mário Ghanna ao vivo”, O projeto foi lançado oficialmente no dia 26/04. O novo projeto já é trabalhado com “Dono do mundo” e “É Cedo” e, a partir do lançamento, o cantor pretende trabalhar “Mãos ao alto” e “Isqueiro”, faixas extraídas do material gravado ao vivo em Curitiba (PR). Entre os dias 09 e 14 de maio, a agenda do cantor é em São Paulo e, na semana seguinte, em Minas Gerais, onde dará palestras em Universidades e promoverá sua música.

 

Meio Blues, Meio Samba

O álbum foi gravado ao vivo, em Curitiba (PR), possui 11 faixas e participações especiais de Guxa (em “Caco Valente”) e Mano Silva (em “Minha Sorte”). No álbum ele apresenta, além de suas composições, uma releitura, “Exagerado” (1985) de Cazuza, com ‘Chips’, de Don L, incidental e é tocada em guitarra havaiana e que já ganhou vídeo lançado no dia 04 de abril, quando Cazuza completaria 60 anos.

A mistura do blues, soul e rock e da música popular brasileira faz de “Meio Blues, Meio Samba” o trabalho mais inspirador de Mario. Em “O Dono Do Mundo” e “Mãos ao alto”, O CD traz críticas ao sistema político brasileiro e poderia ser trilha de qualquer série ou filme sobre o tema. O cantor também retrata o amor em “Isqueiro”, “Prelúdio” e “Tia lá da Venda”, um samba de mesa. O novo trabalho será lançando nas plataformas digitais: Spotify, Deezer e Youtube.

 

Mário Ghanna

Como prova de talento, Mário Ghanna já foi indicado ao Grammy Latino, Premio Multishow e ao prêmio de música catarinense e venceu, em Los Angeles, o The Akademia Awards 2016. Paulista, radicado em Joinville, em Santa Catarina, o multiartista surge como um respiro alternativo e inovador ao cenário do país.

Conceito visual e lançamento

Ghanna aposta em um novo conceito para lançamento do álbum. Vai disponibilizar ao público o vídeo completo do dia da gravação. O show estará na íntegra à disposição do público. Mário fugiu da ideia de DVD, que pede grande produção e investimento, e fez um registro visual intimista do que rolou no dia em que ele e um pequeno público de cerca de 50 convidados estiveram em estúdio para gravação do disco.

“Foi um dia especial e que agora estará eternizado nas redes sociais. O show foi muito legal, gravamos todas as músicas em apenas um take, e será demais disponibilizar isso ao público. O próximo passo agora é gravar um álbum em estúdio e uma sessão solo, de 04 ou 05 músicas, com guitarra e voz apenas.”, afirma Ghanna.

 

Conheça mais sobre Mário Ghanna

Site: http://www.marioghanna.com.br 

Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=Q4pnpS__9pg

Crédito Fotográfico: Camila Petry