Depois de cancelar as apresentações que faria na América do Sul em 2016, inclusive no Brasil, a cantora Mariah Carey responderá um processo de aproximadamente 3 milhões de dólares

Na época, Mariah disse que não havia recebido o adiamento do cachê pela produtora Fênix, organizadora dos shows, como estava previsto no contrato. A Fênix alega que pagou o equivalente a 75% do cachê da cantora previamente, como combinado.

Segundo a Fênix, a verdadeira causa do cancelamento das apresentações foi a baixa venda de ingressos e não o mau gerenciamento ou a falta de pagamento para Mariah. A empresa quer ser ressarcida pelo cancelamento e pela difamação.

Foto: Reprodução/Internet