Compositora, cantora, atriz e empresária do ramo da moda, Rihanna rompeu mais uma barreira e se tornou a primeira mulher negra a liderar uma marca dentro do grupo LVMH (Moet Henessy Louis Vuitton),  empresa que possui direitos majoritários sobre a Sephora, Christian Dior SE, Givenchy, Louis Vuitton e outras.

A marca Maison Fenty, lança pela artista em 2016, pertencerá ao nicho de relevância das marcas citadas acima. Rihanna só conseguiu este destaque no ramo da moda depois que deu uma pausa em sua carreira de cantora, o que não impediu que suas músicas continuassem recebendo views. 

Sr. Arnault deu-me uma oportunidade única de desenvolver uma marca de moda no setor do luxo, sem limites na direção criativa. Não consigo pensar num parceiro melhor, em criatividade e em experiência de negócio, e estou pronta para que o mundo veja o que construímos juntos”, disse Rihanna em suas redes sociais. Ela que não vê as roupas com seu logo limitadas a um tipo de corpo feminino. Para ela, inclusão e diversidade não é uma questão apenas social, mas também deve ser aderida ao consumo, com modelos de roupas e artigos.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

@fenty .

Uma publicação compartilhada por badgalriri (@badgalriri) em 10 de Mai, 2019 às 6:22 PDT

Foto: Reprodução/Facebook