Fábio Queiroz é presidente da ASSERJ (Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro) 

Líder inovador, Fábio Queiróz é flamenguista apaixonado, músico, advogado por formação, atualmente com 43 anos. Atua no setor supermercadista há 19 anos. Seu nome é sinônimo de inovação, por promover constantemente eventos com objetivo de atualizar, ampliar e aperfeiçoar o varejo. Acredita prioritariamente em inovação e tecnologia e reconhece sua gestão atual como focada em “transformação acelerada”.

“Me formei aos 15 anos e tive que optar em qual carreira seguir. Não sabia o que fazer e a profissão do momento era Informática. Mas, fiz Direito por meu avô ser advogado, e vi que estava na profissão certa, pois tinha como características o poder de persuasão e sempre gostei de ler. Me formei aos 20 anos, e precisei ser emancipado para a colação de grau, pois a maior idade na época era 21 anos”, relembra.

Optou por sair da atuação no Direito para ajudar seu pai, que tinha um negócio. Trabalhou com ele por dois anos e, hoje, sente muita gratidão por ter estado perto dele nos últimos anos de sua vida. Seu pai faleceu de câncer, aos 52 anos.
Chegou a atuar como auditor fiscal de São Gonçalo por três meses, mas decidiu ir morar nos Estados Unidos, onde mora parte da sua família; lá ficou até receber o convite para implementar o departamento jurídico do Mundial, uma grande rede de supermercados no Rio. “Agarrei com unhas e dentes, fiz com toda a força e fiquei por 14 anos na empresa”, conta Fábio.

Queiróz representava o Mundial na ASSERJ e sempre teve o espírito de líder coletivo, não vendo apenas os próprios interesses, entendendo todas as dores do setor, e isso chamou a atenção dos demais associados, que o convidaram para presidir a Associação. Dois anos depois, com 38 anos, aceitou o convite, com o compromisso de mudar o formato de gestão. Sua atuação focada em inovação logo chamou a atenção da diretoria da entidade nacional – a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) – onde passou a ocupar a vice-presidência.

Em 2018, Fábio foi o responsável pelo retorno da Convenção ABRAS para o Rio de Janeiro, após 14 anos sem ser sediada na Cidade. Movido por desafios, jamais pensa em desistir em meio às dificuldades, Fábio Queiróz é enfático: “De forma alguma pensar em desistir de qualquer projeto, começamos do zero e faremos tudo de novo”.

Setor se reinventou com a pandemia

A Associação do Estado do Rio segue trabalhando arduamente para manter o abastecimento da população e garantir a segurança para colaboradores e clientes. Por ser um setor essencial à população, o segmento supermercadista foi um dos primeiros a se adaptar aos novos protocolos exigidos pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), e fez isso em tempo recorde.

Desde o início da quarentena, mantém contato constante com os órgãos reguladores de saúde e com o Governo, acompanhando de perto todas as mudanças e atualizações, a fim de orientar de forma rápida e clara os supermercadistas e a população, neste período de adaptações diárias.

NÚMEROS IMPORTANTES
200 mil colaboradores diretos
600 mil empregos indiretos
3,2 milhões de pessoas impactadas (considerando dados do IBGE – 4 pessoas por família)
20% da população do Estado está economicamente relacionada ao setor de supermercados (o Rio de Janeiro tem 17 milhões de habitantes)
Mais de 400 redes associadas
Mais de duas mil lojas

Algumas iniciativas da ASSERJ na pandemia:
Informações 24 horas
Desde o início da quarentena a maior preocupação da ASSERJ tem sido manter um canal ativo com a população fornecendo informações constantes sobre o panorama dos supermercados do Rio, a fim de não haver pânico e correria.
Fábio Queiróz, esteve constantemente presente em veículos de comunicação de massa e nas redes sociais para reportar aos consumidores a situação dos supermercados do Estado. Suas mensagens, com linguagem simples e de fácil compreensão, serviram para tranquilizar a população, além de orientar sobre as práticas de higiene e segurança. Suas entrevistas foram feitas dentro de supermercados, buscando também sensibilizar, valorizar e tranquilizar os colaboradores.

Sobre a ASSERJ

Criada em 1969, a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro tem como objetivo unir, servir e representar o segmento supermercadista nos cenários político, econômico e social, promovendo a interação entre os players e o desenvolvimento da qualidade da gestão. A ASSERJ representa os interesses de 300 grupos supermercadistas do Estado e oferece a seus associados diversos benefícios, como cursos de aperfeiçoamento, palestras, consultoria e assessoria na área jurídica.