O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás manteve a sentença de primeiro grau condenando o apresentador Zeca Camargo a pagar R$ 60 mil de indenização por danos morais a CA Produções Artísticas Ltda e a João Reis de Araújo, produtora e pai do cantor Cristiano Araujo, respectivamente. A condenação é fruto de um processo judicial devido a uma crônica feita pelo jornalista sobre a morte do cantor Cristiano Araújo, ocorrida em julho de 2015.

Segundo os autores da ação, Zeca Camargo produziu um texto, veiculado e interpretado, de forma preconceituosa, com a finalidade de denegrir a imagem, não só do cantor falecido, mas também da música sertaneja. Segundo a produtora e o pai do músico, foram utilizadas cenas do velório e vários trechos corrompiam a imagem de Cristiano Araújo. Eles alegam ter sofrido com os abusos e manifestações ofensivas no discurso do jornalista.

Foto: Reprodução/Internet