As vendas de imóveis foram consideradas boas em dezembro de 2017 e as mudanças nos financiamentos de usados por parte da Caixa Econômica Federal (CEF), que entraram em vigor nessa última semana, deixam as imobiliárias da Rede Imóveis ainda mais otimistas em relação às expectativas em relação ao ano de 2018. A Rede Imóveis é uma associação que reúne as 12 imobiliárias mais tradicionais de Curitiba e que concentram praticamente 30% deste mercado.

 

“A CEF, que é o maior financiador do setor imobiliário, volta a oferecer linha de crédito – Pró Cotista  que cobre 70% do valor do imóvel usado e 80% do imóvel novo,  no qual ainda se pode usar recursos do FGTS, o que deixa o produto [imóveis usados] em condições mais competitivas”, explica a presidente da Rede Imóveis, Neusa Kutinskas. Até então, o Banco estava oferecendo um financiamento no qual o cliente estava precisando dar 50% do valor do imóvel de entrada.

 

De acordo com Neusa, as imobiliárias associadas apresentaram um bom resultado de vendas, porém com uma média de R$  350.000,00. “Tivemos imobiliárias que tiveram vendas muito acima desse valor, mas o que mais nos chama a atenção é que ocorreram muitas vendas com pagamento à vista”, relata. 

 

Lançamentos

Segundo a dirigente, as vendas de lançamentos também foram muito positivas durante o mês de dezembro. “Temos caso de associada que, apenas em imóveis novos, os chamados lançamentos, realizou mais de 50 vendas, o que equivale a mais de R$ 15 milhões”, conta.