Em entrevista exclusiva ao Portal Ego ela fala dos famosos, blogueiras, sub-celebridades e até do teste do sofá. Com nome de socialite paulistana, Fabiola Magalhães do Amaral Reipert, jornalista, escreve sobre celebridades desde 1998 e se transformou na personalidade amada pelo público e detestada pelos artistas, porque não faz questão de esconder tudo o que acontece no “mundinho pantanoso dos famosos”.

Batemos um papo exclusivo com essa bem humorada e carismática personalidade, que alavanca a audiência do Programa Balanço Geral, apresentado por Reinado Gottino, que chega a liderar a audiência em seu horário.

Longe das câmeras, adora crianças, animais e sonha em vender caipirinha na praia.


Você ficou especializada no mundinho “pantanoso” dos famosos desde 1998, trabalhou nos maiores veículos de comunicação do país e é amada pelo público e as vezes odiada pelos famosos. Já recebeu ameaças de algum famoso?

Eles ameaçam em forma de censura, dizendo que vão processar. Mas isso não cola mais. Três atrizes conhecidas e uma cantora famosa tentaram me calar. Queriam me obrigar a não tocar mais no nome delas e não conseguiram. Perderam o processo. A Justiça, de um modo geral, não concorda com a censura. Acabou a ditadura, né? Isso ficou no passado.

Diferente da imagem de “venenosa”, você é uma pessoa doce e que adora crianças e animais. Qual a diferença entre a Fabiola jornalista e a Fabiola em casa?

Como jornalista, apenas faço o meu trabalho. E, como quero fazer da melhor maneira possível, acabo ficando com fama de má. Se eu cobrisse política, ia entregar os podres dos políticos, como acontece com os artistas, celebridades etc. Estou apenas trabalhando.
Em casa, eu acho que pego mais leve (com namorado, família, amigos). Fora do trabalho, não sou fofoqueira, por exemplo rs. Sei vários segredos dos amigos e não conto de jeito nenhum. Eles confiam em mim porque sabem que eu não falo. Ah, e adoro animais mesmo! Crianças também, apesar de que não tenho vontade de ter filhos.

Algum artista passou notícia falsa para você com interesses pessoais?

Já tentaram, sim, mas percebi na hora e não publiquei. Me faço de desentendida, muitas vezes, mas sei bem quando é notícia plantada. Eles se acham espertos demais, mas a gente não é bobo, né?

Ainda existe o famoso teste do sofá?

Claaaaaaaro que sim. Está cheio de diretor e autor colocando moças e rapazes em novelas em troca de uns momentos de prazer. Pena que não posso citar nomes, mas tenho certeza que você sabe de quem estou falando…

Quem não sentaria na mesma mesa que você?

Xiiiiii… Tanta gente… E, aqui entre nós, nem faço questão, sabia? Não tenho como objetivo ser amiga de famosos, pois sei bem que o que eles querem é nos calar. Tenho meus amigos verdadeiros e somente eles me importam. Tenho até hoje amigos de infância e que serão para sempre.

Existem famosos que tentam plantar notas prejudicando algum amigo de trabalho?

Sim, um tenta prejudicar o outro. Tem de tudo: apresentador deixando vazar bafão de apresentador, funkeira contando os podres da concorrente, panicat falando que a outra tem celulite e assim por diante.

Você se tornou uma das maiores blogueiras do país e de repente decidiu não ser mais e se dedicar somente para a TV. O público reclamou. Você sente falta do blog?

Muita gente reclamou, sim. O blog tinha bastante acessos. Sinto falta, pois adoro escrever, mas estava complicado se dedicar às duas coisas ao mesmo tempo.

Você sempre protegeu suas fontes. Chegou a ser obrigada a abrir a fonte em algum caso jurídico?

Não. Os jornalistas têm o direito por lei de preservar suas fontes. Eu não entrego de jeito nenhum.

Quem são os jornalistas que você mais admira? Que tipo de profissional de comunicação que você não gosta?

Admiro vários. Um colunista que sempre chamou a minha atenção foi o Ricardo Feltrin, do UOL. Quando comecei a fazer a coluna Zapping, no jornal Agora, ele assinava essa mesma coluna antes. E fazia muito bem! Não admiro os que nem jornalistas são e ainda “chupinham” notas dos que são jornalistas sem dar crédito…

Qual artista que mais lhe incomodou após uma publicação de nota?

As subcelebridades são as mais chatas. Tem uma cantora que não falo de tanta preguiça que tenho dela. Barraqueira demais. Prefiro ignorar.

Existem jornalistas que se tornam “amigos” de famosos. Você acha essa relação saudável?

Acho que não. Como te falei numa das perguntas anteriores, ficam amigos para o jornalista não contar o que eles não querem que venha a público. Poucos são amigos de verdade. Bem poucos.

Qual a notícia que você se arrependeu de publicar?

Não lembro de nenhum arrependimento. Mas não gosto de dar notícia de doença sem que a pessoa tenha confirmado. Para mim, câncer, por exemplo, não é furo de reportagem. Já soube de mais de um famoso que estava doente e só comentei o assunto quando eles confirmaram publicamente.

Você deixou de ser jornalista de celebridades para se tornar apresentadora de um dos quadros de maior audiência da TV. Isso significa que deixou de ser pedra e virou vidraça, oque mudou na sua vida? Desperta interesse do público na sua vida pessoal?

Tem gente que pergunta da minha vida pessoal, sim. Acho engraçado, pois não sou famosa, sou jornalista. Não sou notícia. Dou a notícia. E não gosto de exposição. Publico poucas foto com namorado, por exemplo. Não vejo necessidade disso.

Um apresentou famoso que perdia na audiência chegou oferecer dinheiro para você para falar bem dele na guerra da audiência e você negou. A relação azedou?

Na época, fiquei indignada, pois não estou nem nunca estive à venda. Mas depois ele me pediu desculpas e hoje em dia nos damos super bem.

Hoje existe uma legião de blogueiras que são remuneradas para falar bem de produtos e serviços. Como você vê isso?

Elas querem ser famosos a qualquer custo, mas são famosas somente na internet, né? Pergunta na rua sobre elas e quase ninguém sabem quem são. Mas se estão ganhando seu dinheiro honestamente, deixa elas, né?

Você é uma das jornalistas mais em ascensão no mercado. Como você se vê daqui a dez anos?

Morando na praia com uma barraca de caipirinhas. E você está convidado a frequentar, tá? rs. Te espero lá, hein!


Fotos: Edu Moraes/ Record TV