A vidente Erica Dias revelou notícias preocupantes sobre uma das principais emissoras de televisão no Brasil, a Rede Globo. Muitas pessoas que trabalham no local estão ficando doentes e se divorciando de parceiros de longa data.

Isso está acontecendo por causa de espíritos situados em um porão dentro da emissora. São espíritos sem luz, retirando energias dos funcionários para a própria sobrevivência.

A revelação veio através de um sonho. Érica teve a visão da entrada da Tv Globo e se comunicou com um dos espíritos sombrios que habitam o porão da emissora.

“Então, eu tive um sonho, porque tudo pra mim vem em sonho. Eu nunca entrei na Rede Globo, mas pude ver no sonho escadas bem largas, uma porta de vidro, a roleta que a gente entra e, bem em baixo, um porão, onde os espíritos estão”, conta Érica.

“Quando entrei, vi um garfo de Exu e outro de Maria Padilha. Estavam desenhados no chão em uma roda, ou seja, um ponto de sacrifício. Tinham várias pessoas naquele ambiente, e um dos espíritos veio até mim e falou que estavam famintos, por isso estavam atormentando as pessoas e causando problemas aos funcionários da Globo”, explica a vidente.

Foto: Divulgação/ assessoria de imprensa

Érica ainda revelou que no espaço descrito (o porão) aconteceram sacrifícios reais! E esses sacrifícios supriam a fome dos espíritos sem luz. Contudo, essa prática não ocorre há algum tempo, e agora eles estão tentando se alimentar das energias negativas das pessoas que trabalham na Globo.

Essa não é a primeira vez que a médium tem visões perturbadoras sobre as emissoras brasileiras. Érica já compartilhou um caso no SBT, se trata de um cemitério que sempre aparece em seus sonhos quando ela abre uma porta azul no final de um corredor.

A própria Silvia Abravanel já confirmou à sensitiva que aquele local afeta as pessoas.

“Quando fui almoçar com ela (Silvia), eu perguntei se no final de um corredor tinha uma porta daquele jeito que havia visto. Ela confirmou, e disse que quando foi gravada a novela Chiquititas ninguém conseguia concluir as cenas perto daquele local”, finaliza Érica.