Durante os tempos de pandemia do novo Coronavírus, o tema intubação se popularizou nos noticiários e entre a população. O que muita gente não sabe, porém, é que o procedimento é bastante complexo até mesmo para grandes profissionais da medicina.

Médico anestesista formado pelo Hospital Albert Einstein, de São Paulo, Thiago Chaves Amorim sempre se interessou pelo complexo tema das vias aéreas. Por isso, buscou conhecimento mesmo em meio a fontes escassas e, já capacitado, resolveu ir além.

“Como é um tema que poucos graduados em medicina dominam e sempre foi um desafio para mim, desenvolvi um treinamento focado em sedação e intubação, essencial para pacientes em estado grave”, conta Thiago.

De início, as aulas foram práticas e com manequins, o que já bastava para transformar as vidas de seus alunos. Mas, novamente, o médico viu a chance de alcançar mais pessoas e salvar mais pacientes.  Para isso, desenvolveu o um treinamento online, capaz de auxiliar colegas de profissão em todo o país.

“O novo método de ensino passou a contar com vídeos de procedimentos reais, aprofundando ainda mais a capacitação de quem fez os treinos. Com o passar do tempo, comecei a receber uma série de depoimentos com resultados transformadores. Eu literalmente passei a salvar vidas com base no conhecimento sólido”, ressaltou o profissional, que já ajudou mais de mil médicos.

Diante do delicado momento do país, a formação na área de intubação pode ser decisiva para médicos que sofrem diariamente com insegurança, inexperiência ou falta de material adequado nos hospitais em que trabalham.

“Entendo todos os obstáculos da nossa profissão nos dias de hoje e creio que a informação e a orientação são o caminho para atingirmos melhores resultados. Essa é minha busca diária”, conclui Thiago.

Saiba mais sobre o Dr. Thiago Chaves Amorim através do Instagram: instagram.com/thiagointubacao