O cuidado com o nosso corpo é de extrema importância, tanto para a saúde como para a estética. As mulheres, principalmente,  dão muita atenção aos cuidados com a pele, mas muitas vezes utilizam produtos errados ou não tomam os cuidados necessários.

Pensando nisso, a Dra. Laura de Sena Maehara, médica dermatologista, elaborou 5 dicas para aquelas que almejam a “pele de bebê”.

1. Use produtos suaves para limpeza do rosto e corpo duas a três vezes ao dia. Sabões em excesso tornam a pele seca e facilitam sua irritação. Atualmente há diversos produtos adequados para a remoção de impurezas, suor e poluição, sem prejudicar o conteúdo natural da pele. Sempre procure produtos voltados para o seu tipo de pele: oleosa, seca ou mista. Atente também para o uso de toalhas macias e nunca esfregue o rosto.

2. Remova a maquiagem diariamente. Diariamente cobrimos a face com base, corretivo, pós, sombras, rímel, e tantos outros cosméticos que precisam ser gentilmente removidos. Além disso, nosso rosto tem diversas áreas e sulcos onde a maquiagem pode se concentrar. Portanto, a limpeza com soluções adequadas para a fina pele do rosto são essenciais para a delicada remoção de resíduos de maquiagem, poluição, suor e oleosidade.

3. Use hidratante. A pele hidratada é viçosa, bonita e brilhante. Logo após a limpeza, devemos aplicar um emoliente tanto na face quanto em todo o corpo. Mais uma vez é importante lembrar que o hidratante facial deve ser adequado ao seu tipo de pele. Para o corpo, uma infinidade de produtos permite-nos escolher aquele adequado à sensação que desejamos obter, tanto no toque quanto à presença de perfume.

4. Use filtro solar com proteção UVA e UVB. O sol é um dos principais agressores da nossa pele. O uso constante de fotoprotetores é um hábito que deveria ser criado já nos primeiros anos de vida. Tantos e tantos exemplos de envelhecimento desigual da pele em irmãs gêmeas criadas em ambientes opostos (ar livre versus ambiente fechado, por exemplo, em que nota-se o envelhecimento muito mais intenso na primeira irmã); ou mesmo o caso de motoristas que têm o antebraço esquerdo apresentando muito mais manchas de sol que o antebraço direito, que fica mais protegido da exposição solar. Não temos como escapar: a fotoproteção precisa ser mantida ao longo de todo o ano e incluir, além do creme, gel ou gel-creme – dependendo do tipo de pele seca, oleosa ou mista – o complemento com chapéu, guarda-sol e hábitos que nos desviem da exposição em horários de maior intensidade de radiação.

5. Não fume. O cigarro é outro inimigo da pele. Este fato também é facilmente observado no dia-a-dia: fumantes têm a pele mais rígida, seca e apresentam rugas mais precocemente.

E como já estamos chegando ao fim do ano e o verão está próximo, a Dra. ressalta a importância de realizar uma visita ao dermatologista para tirar dúvidas específicas e passar por um exame completo e minucioso da sua pele.

Dra. Laura de Sena Maehara, médica dermatologista, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, coordenadora da disciplina de dermatologia da Faculdade São Leopoldo Mandic

Foto: Reprodução/Internet