O casal famoso mais fitness do Brasil não está mais junto após 14 anos de união. Em entrevista ao Blog do Leo Dias, a fisicuturista abriu o jogo e contou tudo sobre os principais motivos da separação.

Entre as principais causas, a maior delas seria a parte psicológica de Juliana, que afirmou sofrer de síndrome do pânico e depressão. “Não existiu nada de ruim entre nós. Os dois passam por problemas pessoais, especialmente eu. Tenho depressão diagnosticada há menos de um ano. Além disso também sofro há oito anos de síndrome do pânico. Foi tudo se tornando muito complicado. Parei de sair, me isolei de todos, deixei de render no trabalho como rendia. Tudo se tornou pesado, não fazia minhas tarefas. Isso também afetou o Felipe. É muito difícil segurar essa barra. Ele também tem os problemas dele, a pressão por conta dos campeonatos. Terminamos porque precisávamos nos cuidar, e essa decisão foi tomada ontem“, relevou a modelo.

A transparência de Juju foi fundamental para o público entender o que houve com o casal, que já não postava mais fotos juntos e indiciavam um possível término. Ela também desabafou sobre a pressão imposta sobre ela para alcançar uma forma física perfeita. “Não sinto cobrança por parte das pessoas, mas sim uma cobrança minha. Há 12 anos trabalho na mídia e as pessoas me conheceram pelo corpo. Sou muito perfeccionista e me cobro demais. Isso tirava minha paz”, revelou. “Faço terapia e acompanhamento psiquiátrico. Mês passado fiquei vários dias de cama, muito mal, apenas com o apoio da minha família. Sofri muita pressão da mídia, coisas ruins, fofocas, pressão pelo corpo bonito. Isso mexeu demais com a minha cabeça. Estou triste e o Felipe também“, desabafou a ex-panicat.

Foto: Reprodução/Facebook