Por redação

Há mais de dez anos o diretor Louri Rodriguez se destaca no mercado audiovisual. O fascínio pela
área artística faz parte de sua vida desde a infância. Mas foi aos 20 anos de idade que realizou o
primeiro grande trabalho, com os baianos da Banda Eva.

Buscando sempre se aprimorar na área, Louri identificou que a maioria dos diretores de TV com
quem convivia, expandiu a carreira com experiências no mercado internacional. Em janeiro de
2010, pegou o passaporte e partiu para Los Angeles, buscando sua realização profissional.
Apenas com oito meses após a chegada em solo americano, estabeleceu residência em Miami,
contratado pela Sony Music, aonde está há dez anos. Ainda como estagiário, trabalhou ao lado de
estrelas como: Skakira, Julio Iglesias e Ricky Martin.

Em 2013, sua primeira assinatura de peso. Louri Rodriguez passou um período em Las Vegas,
dirigindo importante documentário do músico e instrumentista Carlos Santana. Foram meses na convivência com o artista, em gravações no estúdio e em sua casa, acompanhando até mesmo o
ritual zen de Santana, antes de cada gravação. Entre os convidados que participaram do projeto, o
brasileiro Samuel Rosa da banda Skank, Juanes, Ziggy Marley e Gloria Estefan.

Louri Rodriguez fez seu nome se tornando um dos principais profissionais em criação, produção e
direção de vídeos musicais de artistas nacionais e internacionais da Sony Music. Assina a direção de
vídeo de estrelas como: Roberto Carlos, Nicky Jam, Wisin, Lenny Kravitz, Sean Kingston, Sublime,
CNCO e Grupo Orishas. Entre os artistas nacionais, destaque para os clipes e projetos especiais de
Luan Santana, Gusttavo Lima, Zé Felipe, Zeca Pagodinho, Carlinhos Brown, Maria Rita, Fernando
& Sorocaba e Pablo Vittar, em turnê por sete Paradas LGBTs, nos Estados Unidos.

Com o rei Roberto Carlos, intenso trabalho sobre os 50 anos de carreira do artista brasileiro, que
se tornou um projeto para o mercado de língua espanhola e primeiro documentário a ser
autorizado oficialmente com a participação do rei. Gravado na Europa e EUA, o documentário
contou com várias locações, entre elas, o Abbey Road, emblemático estúdio dos Beatles e o
legendário Criteria Hit Factory de Miami. Durante o período de gravação, histórias inusitadas com o
artista, como mudar as letras de suas próprias canções.

Em 2018 fez uma campanha mundial para a Sony, gravando no Japão juntamente com Nicky Jam,
conectando as opostas culturas pela primeira vez em um comercial. Um momento marcante
durante sua visita foi se deparar com um de seus vídeos que tem mais de 30 milhões de
visualizações, sendo exibido no icônico cruzamento de Shibuia, em Tokyo.

Outro trabalho de destaque foi realizado recentemente em fevereiro de 2019, quando dirigiu uma
documentária com a estrela Gloria Estefan. Além de abordar o trabalho da cantora cubana, criou
conceito ao presentear os fãs com seu repertório em ritmo de samba, onde a cantora revela toda
sua paixão pela música brasileira.

Neste trabalho também promoveu o encontro de Gloria Estefan
com Carlinhos Brown e Timbalada, no Candeal, além das Lavandeiras de Abaeté. Na quadra da
Portela, registrou uma grande roda de samba com a Velha Guarda da escola, em homenagem à
cubana. Este projeto ainda não foi lançado, mas também será uma série para plataformas digitais.

Atualmente morando em Miami, o diretor mantém o link entre Brasil e Estados Unidos, realizando
frequentemente trabalhos nos dois países e ao redor do mundo.