Foto: Reprodução Internet

Preocupados com as conquistas da vida amorosa e profissional, homens buscam tratamentos estéticos que rejuvenescem e realçam a masculinidade

Já famoso entre as mulheres, o queridinho da estética, a toxina botulínica, ou apenas Botox, é uma das incisões mais ágeis e rápidas para corrigir pequenas imperfeições no rosto, incluindo os famosos “pés-de-galinha”. Também muito procurado, o ácido hialurônico – que ajuda a definir o formato do rosto além de preencher locais de baixa circulação, é a nova febre entre os homens. Essas duas grandes ferramentas dão um ar mais jovial, além de ressaltar a masculinidade do rosto e, por isso, tem sido ‘hit’ das clinicas de estética procuradas pelos metrossexuais.

“Eles (os homens) estão se tornando adeptos dos tratamentos estéticos. Buscam resultados rápidos e discretos, que lhes garantem mais segurança para as conquistas do dia a dia, seja na vida amorosa ou na carreira”, afirma a especialista no assunto Dra. Dailana Louvain, de São José dos Campos (SP).

Segundo a dermatologista, os homens têm muitas dúvidas sobre os efeitos e os riscos do uso da toxina botulínica e do ácido hialurônico no preenchimento. Eles temem ficar com o rosto redondo e afeminado. “Nos procedimentos estéticos para homens, analisamos todas as medidas da face e as proporções de cada rosto, garantindo o formato quadrado, como por exemplo do ator Brad Pitt”, explica Dra. Dailana.

Para ter segurança em tratamentos estéticos, é importante procurar um profissional da área de dermatologia, cirurgia plástica e, até, alguns dentistas que são especializados na função.  “O formato do rosto masculino é diferente do rosto feminino. O homem tem um formato mais angulado, assim é valorizado o ângulo da mandíbula, e o queixo é mais largo. Somente um profissional especializado pode manter essas características ao realizar o preenchimento” alerta a especialista.

O preenchimento labial também está deixando de ser um tabu entre os homens. Ele deixa os lábios mais atraentes, mas se for aplicado de forma incorreta pode trazer um ar feminino. “Sabendo o modo de aplicar e padronizar, este procedimento mantém as características masculinas e ao mesmo tempo consegue corrigir o que o paciente deseja”, tranquiliza Dra. Dailana.