O ator Mark Salling, que interpretou “Puck” na série “Glee”, se declarou nessa quarta-feira (4), como culpado pela posse de pornografia infantil, concordando cumprir de 4 a 7 anos de prisão pelo crime. As informações foram obtidas pelo site The Blast.

Como parte do acordo, Salling também concordou em se declarar como um agressor sexual e não poderá ter nenhum tipo de comunicação com menores de idade, a menos que estejam acompanhadas de um dos pais ou responsável legal. Após cumprir a pena na prisão, o ator ainda passará 20 anos sob supervisão e deverá se manter a uma distância mínima de 100 metros de pátios escolares, parques, piscinas públicas, playgrounds e instalações de videoconferência. Como obrigação, deverá pagar ainda US$ 50 mil em restituição a cada vítima que solicitou indenização.

Não é a primeira vez que o ator foi condenado pelo mesmo crime. Em 2015, segundo o que o site TMZ reportou, o Departamento de Crimes Cibernéticos contra Crianças, da polícia de Los Angeles, obteve um mandado de busca e apreensão e encontrou no computador do ator mais de 50 mil imagens e vídeos de pornografia infantil e 4 mil imagens em uma unidade externa.

Em 2013, ele foi processado por uma ex-namorada que o acusou de agredi-la sexualmente e forçá-la a transar sem camisinha. E em 2016, uma mulher de 22 anos, que teria namorado com ele quatro anos antes, o acusou de estupro.

Foto: Reprodução/Internet