Atriz estreia nesta sexta o clássico de Nelson Rodrigues ao lado de Letícia Spiller e Rosamaria Murtinho

Jaqueline Farias, que esteve em produções globais como “Senhora do Destino” e “Duas Caras”, em produções da Tv Record como “Milagres de Jesus” e nos humoristicos “A Diarista” e “Zorra Total”, estreia em São Paulo, em um clássico de Nelson Rodrigues: “Dorotéia”.

Na pele de “Carmelita”, uma mulher feia e amarga, Jaqueline estreia no próximo dia 12, no Teatro CETIP, no instutito Tomie Ohtake, ao lado de Letícia Spiller, Alexia Deschamps e a consagrada atriz Rosamaria Murtinho, que celebra 60 anos de carreira.

Jaqueline, que passou a ser conhecida do público apresentando programa “Fábbrica 5” (TV Gazeta), vive no Rio de Janeiro e apesar de ter feito diversos trabalhos na TV, teve seu reconhecimento profissional no teatro, onde já recebeu prêmios por atuações em personagens que fogem do senso estético: “Eu me identifico muito fazendo personagens que fogem do padrão estético. Rola uma pesquisa grande em gestos, movimentos, postura. É uma linguagem rica de detalhes que me desafia muito. Foi por causa de uma personagem feia e rica em detalhes como estes que fui premiada em “Álbum de Familia”, onde dei vida a Tia Rute, que, além de feia, era problemática”, explica.

Jaqueline é apaixonada por textos de Nelson Rodrigues e já esteve em gandes obras de sua vida como: “A Serpente”, “Vestido de Noiva”, “A mulher sem pecado”, “Toda Nudez será castigada”, “A Falecida”, “Os 7 Gatinhos”, “Viúva porém honesta”, “Beijo no Asfalto”, “Álbum de Família” e, agora, “Dorotéia”, que colheu bons frutos em solo carioca: “Estamos vindo de uma temporada vitoriosa no Rio de Janeiro, com excelente público e críticas incríveis. É muito bom trabalhar com um elenco tão competente, sempre disposto a ajudar. Formamos um grande time!”, completa.

Formada em Direito, deixou a profissão de lado para se dedicar integralmente às artes cênicas e sonha com uma vilã na televisão.

DOROTÉIA
Estréia dia 12/05
21h
Teatro CETIP
Rua Coropés 88 Pinheiros