A Europa continua sendo um dos locais mais afetados pelo novo coronavírus, mas uma notícia vinda do velho continente trouxe esperança aos cidadãos do mundo inteiro. O secretário de saúde do Reino Unido, Matt Hancock, anunciou que uma vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford passará a ser testada em humanos já nessa quinta-feira.

“Vamos fazer de tudo para desenvolver uma vacina. É a principal prioridade”, disse o secretário. Hancock ainda afirmou que o nenhum outro país no mundo colocou mais dinheiro do que o Reino Unido na busca de uma vacina contra a Covid-19, cerca de 20 milhões de libras (133 milhões de reais).

Integrantes da equipe da Universidade de Oxford disseram que, caso os testes sejam bem sucedidos rapidamente, milhões de doses podem estar disponíveis em setembro deste ano, o que seria fundamental para conter de uma vez por todas a letalidade do vírus em larga escala.