Após sua rápida participação na novela “A DONA DO PEDAÇO” que o deixou conhecido como “Sertanejo Gato” está em sua melhor fase da correria e lançou no ultimo dia 12 ‘Dia dos Namorados’ sua primeira música, e já tem recebido apoio de inúmeros artistas como David Brazil, Adriana Bombom, o ex-jogador Rodrigo Beckham, o jogador Diego Tardelli, João Reis pai do sertanejo Felipe Araújo, o cantor Lucas Lucco, além dos elogios do autor de novelas da Rede Globo Walcyr Carrasco e da atriz Paolla Oliveira, são alguns dos famosos que apoiaram o jovem neste primeiro trabalho autoral.

Focado em trabalhar suas músicas autorais promete vir muitas novidades ainda para 2020. Matheus que está em isolamento social e longe dos pais por conta do COVID-19.

“Tem sido um período muito difícil da minha vida, já havia alguns meses que não visitava meus pais em Campos dos Goytacazes e com o isolamento completam 7 meses sem visita-los, dói muito não estar presente na vida do meu pai neste momento que ele enfrente o mal de Alzheimer, queria estar junto deles todos os dias.”

Matheus que foi jogador do Goytacaz Futebol Clube, embarcou para Portugal onde atuou no Sporting Clube de Espinho aos 21 anos.

 

Foto: Divulgação/ assessoria

“O meu sonho sempre foi ser cantor, mas aos 11 anos o amor pelo futebol e por influências da família, acabei optando pelo futebol. Porém a música sempre esteve presente na minha vida, sou neto e filho de radialistas, meu pai Gutemberg da Silveira e o meu avô “Passarinho” tinham programas na rádio de músicas sertanejas e internacionais. Na adolescência, eu conciliava os treinos de futebol com as bandas que tinha na escola e na igreja, tocava e cantava no coral respectivamente. Sobre a minha voz, eu nunca fiz aulas de canto, eu me gravava no celular cantando, ia corrigindo o que não achava legal e o resultado eu postava nas redes sociais e era muito elogiado. Sempre me espelhei em grandes nomes como Cristiano Araújo, Lucas Lucco, Luan Santana e Gusttavo Lima”, relembra Matheus Salles.